Publicado por: PROFª SURAIA | 05/11/2009

O diário de Anne Frank


Aos quatro anos Anne teve que abandonar sua pátria, a Alemanha, fugindo da perseguição aos judeus durante o nazismo

Aos treze precisou se esconder com a família num sótão da cidade de Amsterdã

Aos dezesseis morreu num campo de concentração

Essa vida curta e aparentemente restrita produziu um livro que a projetou pelo mundo como símbolo de resistência, denúncia, e clamor pelos direitos humanos: confinada no sótão com sua família e mais algumas pessoas Anne, que sonhava ser escritora, começou a escrever um diário que, se não a livrou dos horrores dos campos de concentração nazistas, ajudou-a a minimizar a solidão e o confinamento e, mais, sobreviveu a ela, nos dando a conhecer de perto tanto o cotidiano das pessoas perseguidas pelo nazismo quanto a talentosa escritora que poderia ter se tornado.

Hoje, o esconderijo da família de Anne se tornou um museu que pode ser visitado virtualmente.  Nele você encontra fotos e textos muito interessantes sobre a autora, seu destino, a época em que viveu, etc.

O site de vídeos YouTube inaugurou o Canal Anne Frank, com imagens da jovem vítima do holocausto. O vídeo ao lado mostra as únicas imagens em filme da menina judia que, com sua família, passou anos escondida num anexo secreto atrás da casa onde funcionava a empresa de seu pai, em Amsterdã, para fugir da perseguição nazista durante a Segunda Guerra Mundial. O filme foi feito na Merwedeplein, onde a família morava, no dia do casamento de uma das vizinhas de Anne.

O canal no YouTube foi inaugurado para marcar os 50 anos do Museu Casa de Anne Frank, que serão comemorados no ano que vem. O canal na internet inclui vídeos de Nelson Mandela e da atriz britânica Emma Thompson falando sobre Anne Frank. Também mostra imagens da famosa castanheira que Anne via de sua janela – árvore que está sob ameaça. Visitantes do site também podem fazer uma visita virtual ao anexo secreto onde a família se escondeu.

Neste outro vídeo você pode ver fotos de Anne.  Apesar de estar narrado em inglês, as imagens são bastante esclarecedoras.

VEJA OS COMENTÁRIOS DE QUEM JÁ LEU:

ROSÂNGELA (1901 – 2009)´

JÉSSICA (1904 – 2009)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: